Johnny Depp e Jeff Beck lançam disco com autorais e covers, de Lennon a Marvin Gaye

O ator Johnny Depp lançou um disco novo nesta sexta-feira (15), em parceria com o guitarrista Jeff Beck. Com 13 faixas, "18" tem releituras de trabalhos de artistas consagrados, como "Isolation", de John Lennon, "What's going on", de Marvin Gaye, e "Venus in furs" da banda Velvet Underground, entre outras canções.

Johnny Depp x Amber Heard: 12 momentos marcantes no tribunal

Johnny Depp x Amber Heard: Seis dias após depor, Kate Moss vai a show do ator, em Londres

Depp e Beck assinam uma única música do álbum juntos, "Sad Motherfucking' Parade". Segundo o jornal The Sunday Times, a letra do ator faria referência à Amber Heard, sua ex-mulher que o acusara de agressão física e com quem esteve contra numa batalha judicial que virou um espetáculo midiático. "Se eu tivesse um centavo, não chegaria a sua mão", diz um trecho da música. No veredito final do julgamento, no qual Depp processava Heard por danos morais, a atriz de "Aquaman" foi condenada a pagar US$ 10 milhões ao ex-marido e ele terá de indenizar a ex-mulher em US$ 2 milhões.

Segundo a AFP, Jeff Beck explicou que o nome do álbum remete ao sentimento que tiveram juntos quando começaram a tocar: "era como se tivéssemos 18 anos novamente". Eles já haviam lançado quatro singles nas plataformas digitais antes do disco e estão em turnê na Europa com o novo trabalho.

A outra canção autoral do disco é "This is a song for Miss Hedy Lammar", de Depp e Tommy Henriksen, seu parceiro na banda Hollywood Vampires, também conhecido por seu trabalho na bandas de Alice Cooper. Hedy Lamarr foi uma atriz de origem austríaca que triunfou em Hollywood e também colaborou com o exército americano durante a Segunda Guerra Mundial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos