Johnny Depp vence Amber Heard em tribunal e consegue 10,3 milhões de indemnização

Johnny Depp vence Amber Heard em tribunal e consegue 10,3 milhões de indemnização

Johnny Depp ganhou o favor do juri e saiu por cima no processo de difamação mútua que mantinha com a ex-mulher, num tribunal da Viriginia, nos Estados Unidos.

Amber Heard acusou o ator de violência doméstica, mas acaba devastada pela decisão. O tribunal considerou-a culpada em três processos por difamação abertos por Johnny Depp, que pedia 50 milhões de dólares de compensação por danos causados na carreira.

O ator vai ser indemnizado em 10,3 milhões de euros. O tribunal decidiu num primeiro momento uma indemnização de 15 milhões, incluindo cinco milhões por danos, mas o juiz invocou os limites do estado da Virgina para compensações de danos e reduziu essa parte a apenas 350 mil dólares.

A também atriz, por outro lado, ganhou apenas um dos três processos de difamação com que tinha respondido aos do ex-marido e o tribunal apenas lhe concedeu uma compensação de dois milhões de dólares, muito abaixo dos 100 milhões pedidos.

Fonte próxima de Heard referiu que a atriz está a ponderar recorrer da decisão do tribunal.

As reações

Johnny Depp acompanhou à distância, a partir de Londres, a leitura do veredicto e reagiu com contentamento após conhecer o resultado.

"Desde o início, o objetivo de abrir este caso era o de revelar a verdade, independentemente do resultado. Falar a verdade era algo que devia aos meus filhos e a todos aqueles que se mantiveram firmes no meu apoio. Sinto-me em paz por finalmente o ter conseguido", afirmou o ator, de 58 anos.

Amber Heard esteve presente no tribunal e não escondeu a frustração.

A desilusão que sinto hoje está para além das palavras.

A ex-mulher de Depp assumiu-se "desolado por a montanha de provas não ter sido suficiente para fazer frente ao poder desproporcionado, influência e influência" de Johnny Depp.

"Estou ainda mais desapontado com o que este veredicto significa para outras mulheres. É um revés. Faz recuar o tempo para uma altura em que quando uma mulher se exprimia podia ser humilhada publicamente. E faz recuar a ideia de que a violência contra as mulheres deve ser levada a sério", disse Heard.

O casal iniciou a relação em 2012 e casaram-se em 2015. Assim continuaram durante pouco mais de um ano, com relatos entretanto a surgir de parte a parte denunciado comportamentos abusivos.

Depp e Heard divorciaram-se em 2016, com um acordo no qual a mulher recebia sete milhões de dólares para doar a duas instituições e se comprometia a não voltar a falar publicamente da relação de ambos, o que violou num artigo de opinião publicado no jornal Washington Post em dezembro de 2018.

Esse artigo motivou a queixa de Depp na Virginia e a contra-queixa de Heard, agora decididas em claro favor do ator.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos