Johnny Depp x Amber Heard: valor da indenização que a atriz terá que pagar ao ex-marido cai para US$ 8 milhões; entenda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O júri do Tribunal do Condado de Fairfax condenou Amber Heard a pagar o valor de US$ 15 milhões ao ex-marido Johnny Depp em razão do processo de difamação movido por ele. A atriz, no entanto, terá que pagar pouco mais de US$ 8 milhões.

A decisão dos jurados dividiu a indenização em US$ 10 milhões como medidas compensatórias por difamar Depp e mais US$ 5 milhões como medidas punitivas. Este último valor foi reduzido, ao final da leitura do veredito, pela juíza Penney Azcarate. Seguindo o teto máximo para indenizações de caráter punitivo no estado, o valor caiu para US$ 350 mil.

Além disso, Depp também foi condenado em US$ 2 milhões por difamar Amber Heard. Dessa forma, o valor de US$ 15 milhões se viu reduzido a US$ 8,35 milhões.

Veja como foi construído o valor da indenização

O júri deu vitória a Johnny Depp em suas três alegações de difamação contra Amber Heard. A defesa do ator alegou que a atriz o difamou em três pontos de um artigo publicado em 2016 pelo jornal "Washington Post".

Os pontos considerados difamatórios pelo júri são: o trecho em que Heard afirma que falou "contra a violência sexual - e enfrentei a ira da nossa cultura"; outro trecho em que a atriz diz que "dois anos depois, eu me tornei uma figura pública representando o abuso doméstico, e senti a força da ira de nossa cultura contra mulheres que denunciam"; e finalmente, a parte do artigo em que ela afirma que "eu tive o raro ponto de vista, em tempo real, como as instituições protegem homens acusados de estupro."

Pela vitória nessas três alegações, o júri fixou a indenização a ser paga por Amber Heard a Johnny Depp em US$ 10 milhões (medidas compensatórias) e US$ 5 milhões (medidas punitivas). O último valor foi reduzido pela juíza a US$ 350 mil para obedecer ao teto no estado da Virginia.

Amber Heard venceu em apenas uma das três alegações que fez. O júri entendeu que foi difamação a afirmação feita por um dos advogados de Depp de que uma visita da polícia à casa do casal foi uma "emboscada, uma farsa" iniciada por ela. Por isso, Heard vai receber US$ 2 milhões em medidas compensatórias, mas não haverá indenização por medidas punitivas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos