Johnson diz que busca formas de evitar que variante brasileira da Covid entre no Reino Unido

·1 minuto de leitura
Premiê britânico, Boris Johnson

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse nesta quarta-feira que o governo está buscando maneiras de impedir que uma variante do novo coronavírus encontrada no Brasil entre no Reino Unido.

“Estamos preocupados com a nova variante brasileira... e estamos tomando providências (para proteger o país)... em relação à variante brasileira. Acho que é justo dizer que ainda temos muitas dúvidas sobre essa variante ", disse ele a um comitê parlamentar.

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz Amazônia afirmaram na terça-feira que a nova variante provavelmente surgiu no Amazonas entre dezembro e janeiro, e disseram que pode estar contribuindo para a aceleração de casos no Estado, que enfrenta uma severa segunda onda da Covid-19.

A nova variante foi detectada no domingo pelo Ministério da Saúde do Japão em quatro pessoas que chegaram ao país oriundas do Amazonas. Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, autoridades japonesas informaram que foram identificadas 12 mutações na nova cepa, sendo uma delas a mesma já identificada em variantes mais transmissíveis do vírus vistas no Reino Unido e na África do Sul.

Os pesquisadores da Fiocruz Amazônia informaram que estão realizando mais testes para verificar se a nova variante também é mais contagiosa.

(Reportagem de William James; Reportagem adicional de Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)