Jorge Jesus reage a vaias da torcida do Fenerbahçe: 'Se não me querem, vou embora'

O ex-técnico do Flamengo, Jorge Jesus, não gostou nem um pouco das vaias que o goleiro Altay Bayindir recebeu da torcida do Fenerbahçe, nesta quinta-feira, durante o empate por 3 a 3 com o Rennes. A reação negativa da torcida turca aconteceu no primeiro tempo, quando o time de Jesus viu a equipe francesa abrir vantagem de três gols no placar.

Espanha: Acusações contra Neymar no caso da transferência para o Barcelona são retiradas pela justiça

Turquia: transmissão do Campeonato Brasileiro chega ao país do Oriente Médio

Em coletiva de imprensa logo após o jogo, válido pela quinta rodada do Grupo B da Liga Europa, o treinador português saiu em defesa dos jogadores do grupo turco. Aos jornalistas, Jorge Jesus não escondeu a insatisfação com o comportamento vindo da arquibancada, enquanto o Fenerbahçe perdia por 3 a 0 no primeiro tempo.

— Os torcedores do Fenerbahçe hoje, e como sempre, têm ajudado a equipe a ser cada vez mais forte e mais confiante. Mas não façam divisões na equipe. Hoje, vaiaram o Altay. E, como treinador, se estão vaiando o Altay, estão me vaiando — lamentou.

Exaltado, o técnico reforçou o apoio ao goleiro Altay e deixou um aviso importante aos torcedores, caso a atitude se repita nas próximas partidas.

— Se não me querem, eu vou embora. Não foi o Altay. Foi a mim que vaiaram. E comigo não têm hipótese. Amem o Fenerbahçe. Mas não façam divisões, não quero que façam divisões na minha equipe — afirmou Jesus.

Libertadores: veja a lista dos times com mais títulos na competição

Flamengo x Athletico: ainda tem ingresso e voo? Dá tempo de comprar pacotes?

Jorge Jesus fez ainda um apelo à torcida do Fenerbahçe, clube que comanda desde junho deste ano. O último time do treinador havia sido o Benfica, de Portugal, do qual se demitiu no fim de 2021.

— Só somos uma equipe quando todos estivermos juntos. Ganhando e perdendo. Ter torcedores só quando ganhar? Para mim... zero. Quero ter torcedores iguais, ganhando e não ganhando. Foi por isso que vim para a Turquia. Vim para um clube, porque senti que tinha torcedores fãs do clube. Então, vamos ser fãs do clube e não dividir o clube. Ok? — finalizou.

Faltando uma rodada para o fim da fase de grupos, o Fenerbahçe, assim como o Rennes, já está classificado para o mata-mata da Liga Europa. A próxima fase do torneio contará com gigantes do futebol que foram eliminados da Liga dos Campeões.