Jornais estrangeiros repercutem morte de Roberto Dinamite, ídolo do Vasco

Morreu neste domingo o maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite, aos 68 anos. Ele vinha fazendo tratamento para combater um tumor no intestino desde o fim de 2021. O jornal espanhol Mundo Deportivo lamentou o falecimento do ex-atacante e relembrou sua breve passagem pelo Barcelona.

Outro portal espanhol, o As destacou que o "lendário artilheiro" faleceu por conta de uma complicação de câncer no intestino. O jornal também relembrou que Roberto Dinamite atuou três meses no Barcelona, entre 1979 e 1980, como substituto do austríaco Hansi Krankl.

Longa amizade: Roberto Dinamite fez Zico até vestir camisa do Vasco

Adeus ao ídolo: Jornais estrangeiros repercutem morte de Roberto Dinamite

O jornal Marca, também da Espanha, exaltou o fato de Roberto Dinamite ser o maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro e o chamou de "Lenda do Vasco". Além de, claro, recordar dos dois gols na passagem pelo Barcelona.

Em Portugal, o jornal A Bola apontou que o Brasil voltou a ficar de luto. O portal fez alusão ao falecimento de Pelé, maior jodador da História do futebol, que aconteceu no dia 29 de dezembro.

O jornal francês L'Équipe repercutiu o falecimento de Roberto Dinamite e ressaltou os mais de 700 gols que o ex-atacante marcou em sua carreira. O portal também indicou que ele é maior atacante da história do Vasco da Gama.