Jornais estrangeiros repercutem morte de turista argentino após briga no Rio

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sites e jornais da Argentina destacam desde a tarde de domingo (26) a morte do jovem argentino Matias Carena, 28, após se envolver em uma briga com brasileiros em um bar de Ipanema, na zona sul do Rio. O jovem era jogador de futsal do Círculos Unidos, e estava de férias com amigos.

O "Clarín" aponta que Carena estava no último dia de férias e morreu "horas antes de seu regresso à Argentina". Segundo a publicação, ele tinha chegado ao Rio no último dia 18, com dez amigos. Na noite de sábado (27), ele teria saído com quatro desses amigos até o restaurante Barzin Rio Live.

"A morte de Carena causou consternação na atmosfera de jogos de futebol", afirma a publicação, citando algumas manifestações de argentinos nas redes sociais. O jornal também relembra outros dois casos de argentinos mortos no ano passado no Rio. Marcelo Gabriel Rey, também em decorrência de uma briga, e Laura Pamela Viana, em uma tentativa de assalto.

O site Infobae também noticiou a morte do argentino e afirmou que a família de Carena já viajou ao Brasil para reconhecer o corpo e iniciar os procedimentos para levá-lo para a Argentina. Ele também lembrou a morte da argentina Natália Cappetti, baleada na favela de Santa Teresa, também no Rio.

O coordenador do time em que jogava Carena, Lucas Frisi, foi ouvido pelo jornal "La Nación" e pediu Justiça. Segundo ele, o jovem era "uma pessoa tranquila, muito companheiro, muito humilde". Frisi também questionou a versão de que ele se envolveu em uma briga, já que "não era uma pessoa de conflito".

O site do jornal esportivo "Olé" também trouxe a manchete "O futebol de luto", reproduzindo fotos do jogador e declarações de times de futsal argentinos nas redes sociais. "Lamentamos a morte de Matías Carena jogador da 1ª Divisão, em um episódio confuso no Brasil", afirmou o Círculos Unidos, time em que ele jogava.

Carena morreu na madrugada deste domingo durante uma briga com brasileiros em um bar no bairro de Ipanema, na zona sul do Rio. Eles o levaram para o Hospital Municipal Miguel Couto, mas o jovem morreu antes de chegar.

A Polícia Civil passou todo o domingo ouvindo testemunhas, mas ainda não identificou nenhum suspeito. O corpo do turista está no IML (Instituto Médico Legal), que apontará a causa da morte.

"É com pesar que comunicamos a morte de Matias Carena, jogador da primeira divisão, em um confuso episódio no Rio. Matias chegou aqui com a mochila cheia de ilusões e em suas merecidas férias uns assassinos lhe arrancaram a vida. Pedimos apenas que compartilhem esta publicação para pedir #justicapormatias", diz texto na página do time Círculos Unidos, que decretou luto de 48 horas.