Jornal detalha bastidores da saída de Neymar do Barcelona

Neymar atuou no Barcelona entre 2013 e 2017 (Foto: AFP)


Neymar viveu dias bem agitados nos bastidores antes de acertar com o Paris Saint-Germain. Segundo divulgou o jornal ‘El Mundo’ na noite desta quinta-feira, o Barcelona teria feito de tudo para convencer o brasileiro a permanecer na equipe, mas o pai e empresário do jogador alegou uma ‘traição’ do clube.

+ Neymar é eleito o melhor jogador do mês de agosto da Ligue 1

O jornal espanhol teve acesso a um documento de Raúl Sanllehí, então diretor de futebol do Barcelona na época, em que revela detalhes da negociação pela permanência de Neymar. Segundo o diretor, Neymar Pai estava do lado para que seu filho seguisse no clube e que o problema estava na cabeça do jogador.

- Eu disse a todos separadamente que o problema neste caso era a cabeça do jogador. O menino está mal, tem muitos problemas pessoais, está muito confuso e muito vulnerável. Então ele erroneamente pensou que ao fugir do Barcelona ele também estaria fugindo de seus problemas (quando na verdade o que ele deveria fazer é enfrentá-los e não ir embora). Falei diretamente com ele, várias vezes, o fiz chorar mais de uma vez e me admitiu em mais de uma ocasião que estava perdido - diz o diretor.

Ainda segundo o diretor, o jogo teria virado para Neymar Pai quando vazou uma cláusula de bônus de renovação de contrato do Neymar avaliada em 64 milhões de euros. Valor esse que não tinha sido pago pelo clube ainda e que teria irritado o empresário do jogador.

+ Barcelona se manifesta após vazamento de informações sobre negociações com Messi

A partir daí, o pai de Neymar teria perdido a confiança no clube e encaminhou a transferência do astro brasileiro ao Paris Saint-Germain. Em 2017, o clube francês desembolsou 222 milhões de euros (R$ 812 milhões, à época), e o brasileiro se tornou o jogador mais caro da história do futebol.