Jornal inglês diz que Equador pode ser expulso da Copa do Mundo

Byron Castillo defendeu o Equador em oito jogos das Eliminatórias Sul-Americanas. Foto: Marcelo Hernandez/POOL/AFP via Getty Images
Byron Castillo defendeu o Equador em oito jogos das Eliminatórias Sul-Americanas. Foto: Marcelo Hernandez/POOL/AFP via Getty Images

O Equador corre o risco de ser expulso da Copa do Mundo depois que o jornal inglês Sportsmail obteve novas evidências de que um de seus jogadores usou uma certidão de nascimento falsa, com a confissão feita em uma investigação oficial que foi acobertada pela Federação de Futebol do Equador (FEF).

A revelação surpreendente no inquérito da Fifa sobre o caso de Byron Castillo ocorre dias antes de sua Comissão de Apelações decidir sobre o assunto na quinta-feira (15), e pode alterar o adversário do Catar no jogo de abertura da Copa do Mundo.

Leia também:

Nesta segunda-feira (12), o Sportsmail publicou uma gravação em áudio de uma entrevista que Castillo deu aos investigadores há quatro anos, onde o jogador afirmou que nasceu em 1995, e não em 1998 como declarado em sua certidão de nascimento equatoriana.

Além disso o jogador afirmou que seu nome é Bayron Javier Castillo Segura, combinando os detalhes de sua certidão de nascimento colombiana, em vez do nome na certidão do Equador, Byron David Castillo Segura.

Nesta confissão ele também teria descrito em detalhes a saída da cidade colombiana de Tumaco para San Lorenzo, no Equador, onde seguiu carreira no futebol e nomeou um empresário equatoriano que lhe deu uma nova identidade.

Byron Castillo serviu a seleção equatoriana em oito jogos do Equador nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 no Catar.

A Fifa está investigando Castillo desde abril, quando recebeu uma queixa oficial da Federação Chilena de Futebol, que alegou que ele era inelegível para representar o Equador por ser um cidadão colombiano que entrou no Equador como imigrante ilegal.

As dúvidas sobre a identidade de Castillo surgiram pela primeira vez em 2015, quando sua proposta de transferência entre dois clubes equatorianos Norteameria e Club Emelec entrou em colapso devido a 'irregularidades' em sua documentação.

O Chile espera substituir o Equador se for eliminado da Copa do Mundo, já que Castillo jogou contra eles em dois jogos de qualificação, dos quais conquistou apenas um ponto.