Jornalista americano faz post xenofóbico sobre vitória de 'Parasita' no Oscar: 'Essas pessoas são a destruição dos EUA'

Louise Queiroga

O jornalista americano Jon Miller, da emissora BlazeTV, já conhecido por comentários polêmicos, gerou revolta no Twitter na noite deste domingo ao ser xenofóbico em um post sobre a vitória do thriller sul-coreano "Parasita" no Oscar como melhor roteiro original.

Ao comentar o discurso do diretor Bong Joon-ho, que também levou a estatueta por melhor melhor filme internacional, melhor direção e o prêmio principal, de melhor filme, Jon Miller escreveu que "essas pessoas são a destruição dos EUA".

"Um homem chamado Bong Joon Ho ganha o Oscar de melhor roteiro original, vencendo 'Era uma vez em... Hollywood' e '1917'. O discurso de aceitação foi: 'GRANDE HONRA. OBRIGADO'. Depois, ele passa a fazer o restante de seu discurso em coreano. Essas pessoas são a destruição da América", escreveu o apresentador do programa "The White House Brief" na publicação.

 

Internautas e personalidades da mídia reagiram com acusações de xenofobia e racismo, argumentos que derrubam o preconceito dele e, ainda, memes e fancams de K-pop entre os fãs do gênero.

"Ei Jon, se você não gosta de coreanos: 개 새 끼 꺼 저 라", escreveu a advogada Katie Phang, postando em coreano mesmo um xingamento para o autor do post.