Jornalista chinês afirma que Peng Shuai não está desaparecida, mas sim em casa e deverá aparecer em breve

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Uma pista sobre o paradeiro de Peng Shuai pode ter surgido: de acordo com o diretor de um jornal ligado governo chinês, a tenista está em casa e deverá aparecer publicamente em breve. A atleta está desaparecida desde o dia 18; no dia 3, ela levou a público uma denúncia de abuso sexual por parte de uma das principais figuras políticas do país.

Por meio do Twitter, rede social proibida no país, Hu Xijin, do Global Times, disse que Peng está na própria residência e que, recentemente, ela não quis ser perturbada.

“Nos últimos dias, ela ficou em sua própria casa livremente e não queria ser incomodada. Ela aparecerá em público e participará de algumas atividades em breve” escreveu Hu, que ainda confirmou que as fotos que circularam nas redes sociais mostrando Peng em casa são, de fato, verdadeiras. Porém, nenhum outro membro da imprensa confirmou a autenticidade das imagens.

Estrela do esporte no país, Peng alegou nas redes sociais que o ex-vice-premiê chinês Zhang Gaoli a forçou a fazer sexo. A publicação foi excluída cerca de meia hora depois e, desde então, ela não foi vista em público ou fez qualquer declaração, alarmando a comunidade mundial do tênis.

Na última quarta-feira, o chefe da Associação de Tênis Feminino (WTA), colocou ainda mais dúvidas sobre a história. Steve Simon afirmou não acreditar em um e-mail que recebeu, também divulgado por uma mídia estatal chinesa, em que Peng Shuai negava suas próprias acusações de agressão sexual.

"A declaração divulgada hoje pela mídia estatal chinesa sobre Peng Shuai apenas levanta minhas preocupações quanto à sua segurança e paradeiro. Tenho dificuldade em acreditar que Peng Shuai realmente escreveu o e-mail que recebemos ou acredita no que está sendo atribuído a ela", disse ele, em um comunicado por escrito.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos