Ministério das Relações Exteriores russo convoca embaixador britânico

Moscou, 17 mar (EFE).- O embaixador do Reino Unido em Moscou, Laurie Bristow, foi convocado neste sábado pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia, no meio da crise diplomática entre os dois países após o envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e a sua filha Yulia.

"O embaixador do Reino Unido foi convocado no Ministério das Relações Exteriores", informou à imprensa, a chancelaria russa.

A porta-voz do ministério, Maria Zakharova, anunciou ontem à noite que Moscou já preparou a resposta para a expulsão de 23 diplomatas russos do Reino Unido e que as comunicará "muito em breve" aos britânicos.

"As decisões sobre as medidas de resposta do lado russo já foram tomadas e muito em breve o lado britânico será informado sobre elas", disse.

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, antecipou na última quinta-feira que como pouco, a resposta russa incluirá a expulsão de diplomatas britânicos que estão na Rússia.

Ao mesmo tempo, afirmou que Moscou informará primeiro da sua decisão a Londres, antes de comunicar as medidas à opinião pública.

Yulia Skripal e seu pai Sergei, ex-agente dos serviços de inteligência militar russa (GRU) que passou informação ao M16 britânico, foram encontrados inconscientes no último dia 4, na cidade de Salisbury, no sul da Inglaterra, e desde então estão hospitalizados em estado crítico. EFE