Jornalista da GloboNews é xingado por pedestre ao fazer corrida na orla do Rio

·2 minuto de leitura
O jornalista Marcelo Cosme, do GloboNews, foi flagrado no calçadão do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Twitter)
O jornalista Marcelo Cosme, do GloboNews, foi flagrado no calçadão do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Twitter)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Marcelo Cosme, 40, apresentador do ‘Em Pauta’, programa da GloboNews, foi abordado e xingado por um pedestre enquanto fazia uma corrida pela orla do Rio de Janeiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

Em vídeo que circula pelas redes sociais, um homem de nome Alexandre Monteiro o filma e o critica com a voz exaltada a respeito da caminhada, já que Cosme estaria furando o isolamento social proposto pelos órgãos competentes de saúde.

Leia também

Nas imagens, Alexandre critica o fato de o apresentador achar um absurdo as pessoas estarem na rua e fazer o mesmo. “Quero filmar bem a sua cara para mais tarde você dizer lá na GloboNews que é um absurdo as pessoas estarem na praia, né?”, disse o homem.

Confira:

Como resposta, Cosme explicou a ele que não fazia parte do grupo de risco e pediu respeito. Ele também disse que o homem em questão o estaria perseguindo há dois dias. O homem então fez mais um comentário: “Ah, não é? Mas a população toda é? Não pode trabalhar, não pode fazer nada que você faz escândalo na GloboNews Em Pauta, né? Seu lacrador”, gritou ele, enquanto Cosme saiu apressado.

O pedestre ainda usou os termos “lacrador de merda”, “lixo” e “hipócrita”. E também disse que a GloboNews teria "um monte de petistas". Alexandre prometeu “escrachar” todos os dias o comunicador caso o encontre.

Procurada, a comunicação da Globo afirma que “a recomendação do Ministério da Saúde é de que exercícios físicos podem ser praticados ao ar livre por quem não está no grupo de risco, desde que se mantenha a orientação de evitar aglomerações”. A comunicação diz ainda que “Marcelo Cosme estava sozinho, portanto, não estava desrespeitando essa recomendação”.