Chefe do Pentágono diz que não há mais ataques planejados contra Síria

Washington, 13 abr (EFE).- O chefe do Pentágono, James Mattis, disse que a ofensiva deste sábado dos Estados Unidos e seus aliados europeus contra posições de Bashar al-Assad foi "única" e assegurou que não há mais ataques planejados.

"Neste momento, isto é um único golpe, e acho que ele envia uma mensagem muito forte para dissuadi-lo (Assad), para desencorajá-lo a fazê-lo novamente (ataque químico)", disse Mattis, em entrevista coletiva.

"Atualmente - acrescentou -, não temos mais ataques planejados".

No entanto, o chefe do Pentágono advertiu que futuros ataques dependerão se Bashar al-Assad parar definitivamente seu suposto uso de armas químicas.

Antes da explicação de Mattis, o presidente americano, Donald Trump, disse que os EUA, França e Reino Unido estão "preparados para responder até que o regime sírio deixe de usar armas químicas proibidas". EFE