Jornalista José Maria Mayrink morre aos 82 anos

O Globo
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO. O jornalista José Maria Mayrink morreu na madrugada desta quarta-feira aos 82 anos em razão de complicações provocadas pela leucemia. Em quase 60 anos de carreira, Mayrink, repórter especial do jornal "O Estado de S. Paulo", se tornou referência em cobertura de religião no país.

Nascido na cidade de Jequeri, em Minas, o jornalista foi seminarista na juventude. Ele começou o curso de jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte, e concluiu os estudos na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo.

Já formado, em 1971, conquistou o Prêmio Esso, a premiação mais importante do jornalismo do país na época. Cobriu o golpe militar do Chile em 1973 que levou Augusto Pinochet ao poder. Na mesma viagem, acompanhou o funeral do poeta Pablo Neruda.

Foi autor de diversos livros, como "Solidão", "Anjos de Barro" e "Vida de Repórter". A família informou que a leucemia avançou muito nos últimos dias. Mayrink deixa mulher e quatro filhas. Em razão da pandemia do novo coronavírus, o velório será restrito a pessoas próximas.