Jornalista perde credencial após invadir treino da seleção; veja vídeo

Um jornalista sudanês perdeu a credencial após invadir o gramado do Centro de Treinamentos da Juventus, em Turim, na Itália, para tirar uma foto com zagueiro Éder Militão.

Catar 2022: repórter dinamarquês é impedido de gravar durante entrada ao vivo; veja vídeo

Leia também: Ditadura, mulheres, população LGBQTIA+, trabalho escravo: entenda as polêmicas na Copa do Catar

O fato aconteceu no fim do treino, quando os jogadores atendiam aos torcedores. Após a invasão, o profissional saiu do local acompanhado por seguranças e teve, em seguida, a credencial da CBF retirada. O homem tentou argumentar, mas acabou sem a permissão para acompanhar as atividades da seleção.

Segundo relatos, essa não foi a primeira tentativa do sudanês de tentar a foto com o jogador do Real Madrid. Seguranças da CBF já haviam alertado para o risco de perder a credencial caso ele tentasse ir para o campo.

Entenda: Por que os treinos da seleção têm chamado atenção por lances duros antes da Copa do Mundo

Esta foi o primeiro caso de invasão durante o período em que a seleção se prepara na Itália para a Copa do Mundo do Catar. A próxima sexta-feira é o último dia de treinos no país.