Jornalista sueca desaparecida há 10 dias morreu em acidente de submarino

(Álbum de família) A jornalista sueca Kim Wall

A jornalista sueca Kim Wall, desaparecida desde 11 de agosto, morreu em um acidente no submarino do inventor Peter Madsen, que, após a sua morte, jogou o corpo no mar, anunciaram autoridades da Dinamarca.

O inventor Peter Madsen, acusado de homicídio culposo por negligência, "afirmou à polícia e ao tribunal que aconteceu um acidente a bordo do submarino que provocou a morte de Kim Walll", afirma um comunicado divulgado pela polícia.

Peter Madsen disse que "jogou o corpo no mar, em um local indefinido da baía de Koge", ao sul de Copenhague, completa a nota.

Madsen, inventor do "Nautilus", o maior submarino artesanal do mundo (18 metros) no momento de sua apresentação há nove anos, havia negado em um primeiro momento que a jornalista estivesse a bordo da embarcação quando desapareceu no estreito de Oresund, entre Dinamarca e Suécia.