José Condessa protagoniza novela em Portugal e diz que foi testado como galã no Brasil

Extra
·2 minuto de leitura

Depois de ter deixado a novela "Salve-se quem puder", da Rede Globo, José Condessa já reestreou na TV de Portugal. Por lá, o ator está protagonizando a trama "Bem me quer", da TVI, e ao julgar pelas primeiras imagens, o português está disposto a se firmar como novo galã. A experiência no Brasil foi um teste, ele diz.

"O Brasil foi um bom teste a isso. Eles são incríveis a criar burburinho à volta dos galãs. O público, na rua, mostra o carinho que tem por nós. Isso, para mim, é maravilhoso, no sentido em que o contato com as pessoas é muito importante. Só consigo sentir que o trabalho está fechado quando percebo que chega realmente ao público. Se estou preparado para isso? Não sei", disse Condessa em entrevista à "Magg", revista portuguesa.

Sobre ser considerado um "sex symbol", Condessa atribui ao sucesso dos seus personagens.

"Isso já me aconteceu e me irritava um pouquinho o rótulo. Eu gostava de ser reconhecido como um ator que é capaz de ser versátil. Se o papel é ser o galã, vai ser o galã", explicou.

Saída do Brasil

Com a pandemia do coronavírus, a Rede Globo precisou interromper as gravações de "Salve-se quem puder". Com isso, José Condessa pediu para sair da trama. A emissora disse que estav aciente da agenda do ator.

"O ator já tinha compromissos assumidos em Portugal para quando terminasse ‘Salve-se Quem Puder’. Com a pandemia, os cronogramas de gravação foram afetados e o ator não terá como terminar a novela. A Globo já estava ciente do compromisso do ator, mas não foi possivel conciliar as agendas, infelizmente", diz o comunicado.

A informação foi antecipada pela jornalista Patrícia Kogut, de O GLOBO. Na época, a saída do ator português, de 23 anos, causou um mal-estar na direção. Daniel Ortiz, autor da trama das sete, teve que reescrever quase 40 capítulos.

"Antes de assinar com a Globo, conversamos sobre todos os projetos que estava envolvido em Portugal. Todas as partes envolvidas sabiam sobre minha agenda no Brasil e no meu país. E o cronograma não atrapalharia em nada a minha participação em Salve-se quem puder. Mas o coronavírus surpreendeu o mundo e bagunçou tudo. Eu sempre estive em contato com a emissora para, juntos, encontrarmos uma solução", disse Condessa.

Rodrigo Simas entrou na trama para reforçar o triângulo amoroso da trama das sete, que tem retorno previsto para janeiro.