Jovem é morta a tiros por namorado após baile funk no Complexo da Maré

·1 minuto de leitura

RIO - Duas irmãs foram baleadas após um baile funk na Vila do João, no Complexo da Maré, na manhã do último domingo. Débora Adelino da Conceição, de 20 anos, foi atingida na cabeça e morreu. Já sua irmã mais nova, de 16 anos, está internada em estado grave no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha.

O autor dos disparos, segundo a Polícia Civil, foi o namorado de Débora, identificado como Patrick Jorge de Assis, de 19 anos. Após o baile, Patrick e Débora teriam discutido, e o jovem sacou uma pistola e fez os disparos. A irmã de Débora teria tentado impedir a agressão e também acabou sendo baleada. Segundo o hospital, a menor de idade está internada no CTI e apresenta quadro clínico grave.

Após o crime, segundo a polícia, traficantes da favela teriam capturado e executado Patrick. A Delegacia de Homicídios (DH) abriu inquéritos tanto para investigar o feminicídio de Débora quanto para apurar quem foram os responsáveis pelo homicídio de Patrick.

O baile clandestino para onde Débora foi antes do crime teve a participação do cantor Felipe Ret. Nas redes sociais, há diversos vídeos do evento, chamado de "Baile da Disney", lotado. O enterro de Débora está marcado para a próxima terça-feira, no cemitério do Cacuia, na Ilha do Governador, também na Zona Norte do Rio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos