Jovem de 19 anos é denunciado pelo MP após matar cães da vizinha e escrever com sangue na parede: 'Vcs são os próximos'

·2 minuto de leitura

RIO - O Ministério Público de Goiás (MPGO) ofereceu uma denúncia contra um jovem de 19 anos por ter ameaçado uma vizinha e ter matado os três cachorros dela, em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital. André Felipe Lima permanece preso.

Na denúncia, a promotora de Justiça Simone Disconsi de Sá Campos relatou que André resolveu fazer uma festa de confraternização após ter se mudado para uma residência no Setor Parque Atalaia, no último dia 24 de agosto.

Por conta do som alto que vinha da festa, a vizinha gritou, de dentro de sua casa, pedindo para que diminuíssem o volume, porque no outro dia teria que acordar cedo para trabalhar.

Segundo a denúncia, André respondeu que iria matar a vítima na “porrada”, bem como iria arrumar “uma galera” para “dar uma surra” nela e em seu marido, caso não ficasse em silêncio e voltasse a incomodá-lo.

Ainda de acordo com a promotora, no dia seguinte, aproveitando que o casal saiu para trabalhar e a residência estava vazia, André pulou o muro com a ajuda de uma escada e entrou no imóvel, onde teria cometido os crimes com os animais.

Crueldade

Segundo informou o MP, André matou os cachorros, cortando o pescoço de um deles e o pendurou no varal. Em seguida, teria feito o mesmo ato com o segundo cão e colocou dentro do tanque de lavar roupas. Por fim, pegou o terceiro cão e, novamente, cortou o pescoço do animal, deixando-o no quintal da residência.

Na parede da residência, André escreveu com o sangue dos animais, que a vítima e seu marido seriam os próximos a serem mortos, nos seguintes termos: “vcs são os próximos (sic)”.

Ao chegar em casa e se deparar com a cena, a vítima começou a gritar por socorro. Policiais militares que passavam pelo local prestaram socorro à mulher e prenderam o homem em flagrante. Os militares encontraram a escada ainda encostada no muro.

André Lima foi denunciado pelo crime de ameaça por duas vezes, e pelo crime de maus-tratos a animais por três vezes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos