Jovem acusa grupo de amigos de Ludmilla de tê-la agredido em saída de boate no Rio

·2 minuto de leitura

A estudante de psicologia Raiane Nogeuria, de 21 anos, diz que foi agredida por um grupo de amigos da cantora Ludmilla, na madrugada desta sexta-feira. De acordo com a jovem, a confusão teria acontecido na saída de uma boate na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Ela, que já foi amiga e rompeu relações com a artista, usou as redes sociais para falar sobre o caso, aos prantos. No relato, Raiane afirma que, além de receber ameaças, ficou machucada após ser agredida e jogada ao chão por "três ou quatro homens". A universitária registrou um boletim de ocorrência.

"Eu estava lá porque eu divulgo a boate, eles (Ludmilla e os amigos) chegaram depois. Nada aconteceu, estávamos frente a frente no camarote só que em momento nenhum eu falei com eles, debochei, nada. Eles tentaram várias vezes me encarar dentro da boate mas eu não revidei o olhar. Meus amigos que me avisaram. Na hora de ir embora, parece que planejaram tudo. Saíram eu e mais 3 amigos. O restante ficou preso na boate porque o segurança não deixou sair", conta, ao EXTRA, Raiane. , que diz ainda que a confusão foi testemunhada por várias pessoas que estavam no local.

Na web, ela publicou um vídeo, chorando logo após a briga em frente à casa noturna. "Na saída da boate, foram atrás de mim, e quatro ou três homens me juntaram na porrada. Eu caí no chão", consta de um trecho do relato. "Começaram a me bater. Não é a primeira vez que me ameaçam. Agora foi pessoalmente, depois de me agredir. Estou com medo, porque são todos homens, sabem onde eu moro, óbvio, eram meus amigos. Andavam comigo. Vou atrás da Justiça, não vou ficar calada. Não interessa quem seja e com quem anda. Ainda mais três homens contra uma mulher. Isso é um absurdo."

Após o ocorrido, Raiane registrou o boletim na 16 DP (Barra da Tijuca) e também foi até uma unidade médica para realizar exames. Sobre a cantora, que também estava no local da briga, ela conta que a amizade desfeita após uma "fofoca" de que a artista teria traído a mulher.

"Já fui amiga da ludmila de frequentar a casa dela. Não sigo os passos dela, não sou como eles, eu tenho a minha vida e de certa forma incomoda todo aquele grupo. Única “briga” que tivemos foi quando saiu a fofoca de que ela traía a namorada. Eu estava dando razão para fofoca porque era verdade mesmo. Com isso, ela me “excluiu” do grupo de amizade".