Jovem de 16 anos desaparece após deixar bilhete para a mãe no RJ: "Fui caminhar, já volto"

·2 min de leitura
Sabrina está desaparecida desde a manhã de terça-feira - Foto: Divulgação
Sabrina está desaparecida desde a manhã de terça-feira - Foto: Divulgação
  • Sabrina Cartaxo desapareceu na manhã de terça, após deixar bilhete à mãe dizendo que ia caminhar

  • A garota saiu de casa com roupa esportiva e uma mochila, encontrada vazia na casa do avô

  • A mãe relatou uma mudança recente de comportamento na adolescente, que vinha fazendo terapia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o desaparecimento de uma adolescente de 16 anos. Sabrina Freitas Cartaxo Araújo Pereira não aparece e nem dá notícias à família desde a manhã da última terça-feira (26).

Na ocasião, Sabrina saiu do prédio onde vive com a mãe, em Copacabana, por volta das 7h50 e deixou um bilhete. “Fui caminhar, já volto”, escreveu.

Mariana Cartaxo, mãe da garota, teve acesso ao sistema interno de segurança do condomínio. As imagens mostram Sabrina deixando o local com uma roupa esportiva e uma mochila, que mais tarde seria encontrada vazia na casa de seu avô, em Realengo, a 45 quilômetros.

Lá, só encontramos a mochila, mas ninguém sabe dela, não a viram”, explicou Mariana ao portal Metrópoles. “A dor é insuportável. Cada instante, cada momento é uma tortura. Só quero minha filha de volta. Só isso", comentou ao G1.

A mulher relatou que tentou repetidamente contato pelo celular da garota, mas não obteve resposta. A família tenta, por meio da Justiça, uma autorização para quebra do sigilo telefônico e tentar refazer o trajeto feito pela jovem.

Bilhete foi encontrado por Mariana - Foto: Arquivo Pessoal
Bilhete foi encontrado por Mariana - Foto: Arquivo Pessoal

Sabrina não possui conta no Facebook, mas é usuária do Instagram. Mariana conseguiu acesso à senha da filha, mas não encontrou nenhuma mensagem que indicasse o motivo do desaparecimento.

Ao Metrópoles, a mulher contou que descobriu por meio das amigas da filha que Sabrina estava namorando. “Me deram a indicação da casa do namorado, relação que achei que ainda estava na fase da paquera. Fui até lá, mas eles também não têm ideia do paradeiro dela.”

Alteração no comportamento

A garota foi descrita como extremamente dedicada. Aluna do ensino médio do curso de desenvolvimento de jogos digitais oferecido pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), estuda em período integral, das 7h às 18h.

Família está desesperada na busca pela garota - Foto: Divulgação
Família está desesperada na busca pela garota - Foto: Divulgação

Esse foi mais um fator que causou estranhamento em Mariana em relação ao horário do sumiço da filha. “Era um momento do dia em que ela estaria intensamente voltada às aulas. Achei muito estranho e comecei procurar, pois ela nunca foi de fazer isso, de caminhar, de não cumprir com os estudos”, disse ao Metrópoles.

A mãe reconheceu que percebeu uma mudança no comportamento da adolescente nos últimos tempos. Segundo a mulher, Sabrina vinha se mostrando desanimada, cabisbaixo. Até suas notas estavam piorando.

Buscamos terapia. Ela fez duas consultas com psicólogo e hoje (quarta, dia 27), ela teria uma consulta, às 11h, com o psiquiatra. Estava animada com a terapia iniciada há duas semanas, mas sumiu”, contou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos