Jovem do Boca deixa estádio em cadeira de rodas após falta feia

Exequiel Zeballos é considerado uma das maiores promessas do Boca Juniors na atualidade. Foto: Matías Baglietto/NurPhoto via Getty Images
Exequiel Zeballos é considerado uma das maiores promessas do Boca Juniors na atualidade. Foto: Matías Baglietto/NurPhoto via Getty Images

A vitória do Boca Juniors sobre o Agropecuario por 1 a 0, fora de casa, pelas oitavas de final da Copa Argentina ficou marcada por um lance violento.

Logo no início do primeiro tempo, o atacante Exequiel Zeballos, de 20 anos recebeu uma entrada dura do defensor Milton Leyendeker.

Leia também:

El Changuito, como é conhecido, ficou deitado fora do campo e o árbitro Maximiliano Ramírez advertiu Leyendeker somente com um cartão amarelo, diante da queixa geral do Boca tanto com o agressor quanto com o juiz.

Curioso foi que, após a pequena confusão, e alguns minutos após o chute, Ramírez modificou sua decisão e expulsou Leyendeker, numa decisão que poderia ser tomada no primeiro momento. Na Copa da Argentina, vale lembrar, não existe VAR, o que faz pensar que ele teria mudado a decisão por recomendação de seus assistentes.

Sem poder retornar ao campo, Zeballos acabou sendo substituído por Villa. Imediatamente foi colocado gelo no local atingido e, assim que possível, ele foi submetido a exames que, embora não conclusivos, levam ao temor de um resultado infeliz: uma fratura na tíbia que exigiria uma longa recuperação.

O agressor se mostrou preocupado com a situação e falou do lance após a partida. “Primeiro que não foi a minha intenção. Fui firme na bola. Espero que não tenha nada, peço desculpas publicamente”, falou.

Já o atacante foi levado para uma clínica em cadeira de rodas, antes da viagem de volta para Buenos Aires.

O Boca Juniors segue em busca do bicampeonato da competição e o resultado positivo com gol de Guillermo Matías Fernández assegurou vaga nas quartas de final.