Jovem é preso por colar teclas de urna eletrônica em MS

Jovem foi preso por colar teclas da urna (Fábio Pozzebom/Agência Brasil)
Jovem foi preso por colar teclas da urna (Fábio Pozzebom/Agência Brasil)
  • Jovem foi preso por colar urna eletrônica na cidade de Campo Grande

  • Eleitor tentou impedir que algumas teclas fossem pressionadas pelas outras pessoas

  • Polícia foi acionada e deteve o suspeito na casa dele

Um eleitor de 22 anos foi preso pela polícia de Mato Grosso do Sul neste domingo (2), em Campo Grande, por colar as teclas de uma urna eletrônica.

Identificado como Gabriel Scherer da Costa, o rapaz utilizou uma cola instantânea e de alta resistência para prender algumas teclas da urna na faculdade Estácio de Sá.

Gabriel agiu e conseguiu escapar sem ser descoberto inicialmente, mas o delito foi percebido momentos depois, a Polícia Federal foi acionada e deteve o rapaz na casa dele.

“O eleitor saiu, e o eleitor seguinte que foi votar constatou que os teclados estavam colados, por isso não foi possível votar”, explicou ao g1 o juiz eleitoral Luiz Felipe Medeiros.

Votação é retomada

Logo após a constatação da colagem, a urna eletrônica foi substituída e a votação seguiu normalmente.

A urna danificada foi enviada pela Polícia Federal para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).