Jovem morre na porta de hospital após espera por maca para gordos

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Um jovem de 25 anos de idade morreu na quinta-feira (5) em frente ao Hospital Geral de Taipas, na zona norte de São Paulo, enquanto aguardava uma maca especial para pessoas obesas. Vitor Augusto Marcos pesava 190 quilos e foi recusado em, pelo menos, mais um hospital.

A mãe do jovem, Andreia Marcos, aparece em um vídeo ao vivo, por volta das 14h, nas redes sociais, em frente ao Hospital Geral Vila Nova Cachoeirinha. Em desespero, ela pede atenção das autoridades para que o filho seja socorrido. O vídeo foi publicado pela esposa de Vitor, Thauany Xavier. Ele trabalhava como autônomo.

Notícias relacionadas:

“Meu filho vai morrer dentro da ambulância? Eu quero só o direito do meu filho. Uma vaga pra ele lutar pela vida. Tem que virar lei. Todo hospital tem que ter suporte pra obeso”, diz Andreia no vídeo, com 7 minutos, e mostra a ambulância estacionada em uma área do Vila Nova Cachoeirinha.

Na tarde desta sexta-feira (6), Andreia relatou, por telefone à Agência Brasil, que enfrenta dificuldades na condução do velório. “Nenhuma autoridade me procurou. Toda ajuda que recebemos foi de parentes e amigos. Agora o IML [Instituto Médico Legal] disse que precisa de 12 a 15 pessoas para carregar meu filho. Só quero receber meu filho”, apelou.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde disse que “instaurou uma sindicância para investigar o caso de forma rigorosa”. O órgão destaca que os responsáveis, diante das irregularidades, serão penalizados com as medidas cabíveis.

O texto informa ainda que as duas unidades de saúde citadas dispõem de mobiliário para o atendimento de pacientes com comorbidades, incluindo obesidade.

“A pasta se solidariza com a família, dará todo suporte necessário e segue à disposição para mais informações”, diz a nota.