Jovem que estava desaparecida foi degolada pelo namorado no DF

·2 min de leitura
Giovanna foi assassinada pelo próprio namorado - Foto: Reprodução
Giovanna foi assassinada pelo próprio namorado - Foto: Reprodução
  • Giovanna estava desaparecida desde a última segunda-feira, após visitar o namorado

  • A polícia encontrou manchas de sangue na casa de Leandro Marques

  • Ele confessou ter matado a namorada e revelou onde estava o corpo

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) encontrou na madrugada desta sexta-feira (3) o corpo de Giovanna Laura Peters. A jovem de 20 anos estava desaparecida desde a última segunda (29). As informações são do portal Metrópoles.

Namorado da vítima, Leandro de Araújo Marques, de 22 anos, confessou ter degolado a garota. Ele não resistiu à voz de prisão e foi detido pelos policiais.

Segundo os agentes, o cadáver estava localizado em uma área de mata atrás da antiga academia da PCDF, em Taguatinga.

Giovanna havia sido vista pela última vez no domingo (28), quando deixou sua residência para visitar Leandro. A família chegou a pedir a ajuda do rapaz para denunciar o desaparecimento da garota, mas ele afirmou que não poderia comparecer à delegacia, pois estava trabalhando.

Os agentes, então, colheram depoimento do namorado, mas encontraram pontos contraditórios. A polícia fez nova visita ao rapaz, dessa vez em sua residência, e encontrou manchas de sangue em diversos cômodos e roupas.

Antes que ficasse provado que o sangue era de Giovanna, Leandro confessou o crime à família. A polícia foi novamente chamada e deteve o rapaz, que indicou onde o corpo estava localizado.

Assassino explicou o crime

Segundo explicou o próprio rapaz, o casal estava junto há três anos, chegou a se separar, mas havia retomado o namoro recentemente. Ele teria ficado irritado por descobrir que ela havia se relacionado com outras pessoas nesse período de término e iniciou uma discussão.

Leandro alegou que foi xingado e agredido por Giovanna, momento no qual, segundo ele, imobilizou a garota, empunhou uma faca e cortou seu pescoço.

O rapaz ficou com o corpo da jovem em casa durante a madrugada, e utilizou o carro de um amigo para escondê-lo na mata na manhã do dia seguinte. Ele informou aos agentes ter jogado fora o celular da vítima e a faca utilizada no crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos