Jovem que mobilizou mais de 170 a doarem sangue morre em SP

·2 minuto de leitura
Isabelle Pereira morreu de câncer após mobilizar a web
Isabelle Pereira morreu de câncer após mobilizar a web
  • A jovem Isabelle Pereira morreu aos 20 anos após lutar contra um câncer no sistema linfático

  • Ela mobilizou mais de 170 pessoas a doarem sangue em São Vicente (litoral de São Paulo)

  • A morte de Isabelle comoveu a web

A jovem Isabelle Pereira, que mobilizou mais de 170 pessoas a doarem sangue em São Vicente (litoral de São Paulo), morreu aos 20 anos após lutar contra um câncer no sistema linfático.

"Ela lutou bravamente para viver, falou para a mãe dela que não queria morrer. Meu Deus, como ela lutou! E nós tínhamos muita fé. Está doendo demais, a mãe dela está com o coração despedaçado", disse ao portal G1 a autônoma Kátia Lúcia, de 34 anos, prima da jovem.

Leia também:

Isabelle começou a apresentar os primeiros sintomas do linfoma de Hodgkin em abril de 2020. Ela procurou atendimento médico e ficou internada em Cubatão (SP) por 13 dias. Durante esse tempo, teve que retirar água do pulmão, devido a um derrame pleural (acúmulo excessivo de líquido no espaço entre a pleura visceral e a pleura parietal), e fez biópsia para analisar se tinha alguma doença mais séria.

Na sequência, ela ainda teve que realizar diversos exames para chegar ao diagnóstico de linfoma de Hodgkin. Depois da confirmação, chegou a realizar uma micro cirurgia para colocar um cateter perto do coração, e iniciou as quimioterapias a cada 15 dias.

Em meados de outubro de 2020, ela começou a ter outras complicações da doença e, após algumas idas e vindas ao hospital, foi feita uma tomografia que apontou que o tumor progrediu e estava comprimindo o mediastino. Ela foi levada às pressas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Durante o tratamento, Isabelle precisou receber transfusão de sangue. Diante disso, uma prima dela publicou nas redes sociais sobre a necessidade da jovem, contando também um pouco de sua luta contra o câncer. Mais de 170 pessoas se mobilizaram rapidamente e doaram sangue em seu nome.

Nos últimos dias, em tratamento em um hospital particular de Santos, a jovem teve uma piora no quadro de saúde e precisou ser encaminha para UTI e entubada, mas acabou não resistindo e morreu na última quinta-feira (23).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos