Jovem se torna herói após ser baleado ao proteger amigos em massacre na Flórida

Reprodução/Twitter/browardsheriff

Um adolescente de 15 anos está sendo considerado herói por ter salvado a vida de 20 estudantes ao usar o próprio corpo para segurar a porta de uma das salas da escola Marjory Stoneman Douglas, na Flórida, alvo de um ataque que matou 17 pessoas e deixou 14 feridas na semana passada.

Anthony Borges é um dos quatro feridos que ainda permanecem hospitalizados. Nikolas Cruz, um ex-aluno de 19 anos, disparou cinco vezes contra ele. Borges foi atingido nas duas pernas, nas costas e ainda precisará passar por novas cirurgias.

Carlos Rodriguez, amigo do jovem, disse ao canal de TV ABC que, na hora do ataque, ninguém sabia o que fazer. “Ele tomou a iniciativa para salvar os colegas”, segundo Rodriguez, e se manteve como escudo para proteger os amigos.

Borges foi o último a entrar na sala em que o grupo se escondeu e estava tentando trancar a porta quando foi atingido. Nenhuma outra pessoa dentro da sala ficou ferida.