Jovem tem gêmeos de pais diferentes em Goiás

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Uma jovem atualmente com 19 anos deu à luz gêmeos de pais diferentes em Mineiros, cidade no interior de Goiás. O nascimento das crianças aconteceu no ano passado, mas só foi revelado agora.

O fenômeno -chamado de superfecundação heteropaternal- é bastante raro, diz o médico Túlio Franco.

Professor do hospital-escola Famp (Faculdade Morgana Potrich), em Mineiros, ela soube do caso depois que sua equipe atendeu a mulher.

Segundo o médico, esse tipo de gravidez pode acontecer quando a mulher ovula várias vezes em intervalos de horas e tem relações sexuais com dois homens em um curto intervalo de tempo. Só assim é possível que dois óvulos sejam fecundados por espermatozoides de pessoas diferentes. "Há uma duplicidade de fecundação", diz ele.

Ainda de acordo com Franco, só há outros dois casos notificados no Brasil. A equipe planeja publicar um artigo científico sobre o tema.

A mãe disse à reportagem que não sabia que isso poderia ocorrer. Ela descobriu que os gêmeos eram de pais diferentes quando um deles aceitou fazer o exame de DNA pouco após o nascimento e o resultado foi positivo para apenas um dos bebês. As crianças tinham cerca de um mês, diz ela.

Segundo a jovem, um dos pais se recusou a fazer o teste de paternidade. Já o outro pai biológico prestou ajuda e decidiu registrar os dois no nome dele.

Mãe também de uma menina, ela cuida dos filhos em casa. Atualmente com um ano e três meses, eles nasceram de 37 semanas.