#Verificamos: É falso que jovem tentou ser vacinado usando disfarce de idoso em Santa Catarina

Agência Lupa
·2 minuto de leitura
É falso que jovem tentou ser vacinado usando disfarce de idoso em Santa Catarina - Foto: Reprodução
É falso que jovem tentou ser vacinado usando disfarce de idoso em Santa Catarina - Foto: Reprodução

por ÍTALO RÔMANY

Circula nas redes sociais que um jovem tentou tomar a vacina contra a Covid-19 em Santa Catarina usando um disfarce de idoso. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

É falso que jovem tentou ser vacinado usando disfarce de idoso em Santa Catarina - Foto: Reprodução
É falso que jovem tentou ser vacinado usando disfarce de idoso em Santa Catarina - Foto: Reprodução

“Jovem tenta ser vacinado antes disfarçado de idoso em SC”
Legenda de post publicado no Facebook que, até as 13h de 20 de janeiro de 2021, tinha mais de 680 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A legenda que circula com a imagem nas redes sociais foi alterada. Trata-se, na verdade, de uma reportagem veiculada na TV Band, em 12 de agosto de 2019, sobre um ex-funcionário de um banco que foi preso depois de tentar assaltar a agência em que trabalhava em Santa Catarina. Ele estava disfarçado com uma máscara. A legenda verdadeira é: “Homem tenta roubar banco disfarçado de idoso em SC”.

Segundo a reportagem da Band, um homem se disfarçou de idoso para roubar a agência bancária na qual trabalhava, em Jaraguá do Sul (SC). Ele também usava paletó, óculos escuro e boina. Quando percebeu que a polícia o cercava, tentou fugir pulando uma janela, caiu sobre um carro e fraturou uma perna antes de ser preso. Além do ladrão, ninguém ficou ferido. O caso foi veiculado em diversos veículos de imprensa na época (aqui, aqui e aqui).

De acordo com o Ministério da Saúde, profissionais da saúde e idosos estão sendo os primeiros a receber as doses de vacina contra a Covid-19, que começaram a ser aplicadas no domingo (17), após a Anvisa aprovar o imunizante da CoronaVac e da Oxford em caráter emergencial. Assim, nesta primeira etapa da vacinação, a população em geral não deve procurar os postos de saúde.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés