Jovem volta de missão do Exército no Acre em surto psicótico

O jovem não fala, não anda e não responde a estímulos, segundo a família. (Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução)

O soldado Felipe da Silva de Carvalho, de 19 anos, se alistou no Exército Brasileiro no Acre, no início de março e, em menos de dez dias de missão, ele retornou para a casa em estado de surto psicótico. O jovem não fala, não anda e não responde a estímulos, segundo a família.

As informações são do portal G1.

A família não consegue entender o que aconteceu com o rapaz, e conta que ingressar na carreira militar era um dos sonhos de Felipe. O pai do soldado, Gilson Rocha, registrou um boletim de ocorrência, cobrando explicações do Exército em Rio Branco.

Em nota, o comandante do 7° Batalhão de Engenharia de Construção, Flávio do Prado, disse que os colegas os colegas perceberam que Felipe passou a apresentar “algumas alterações em seu padrão comportamental”.

Leia mais
Ataque em Suzano teria estupros e granadas, diz 3º suspeito

De acordo com o texto, o soldado foi encaminhado para acompanhamento médico no batalhão, onde recebeu a assistência e depois foi encaminhado “para um hospital especializado e recomendando a convalescença domiciliar”.

“Parece uma criança, está travado, foi hospitalizado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Segundo Distrito, no domingo (16), esteve no Hosmac (Hospital de Saúde Mental do Acre) , agora estamos retornando. Meu filho está em estado lastimável e o 7º BEC simplesmente entregou ele”, lamentou o pai ao G1.