Jovens médicos prestam Juramento de Hipócrates em Itália

Na universidade de Pavia, uma das mais antigas do mundo, em Itália, cerca de cem jovens médicos prestaram o Juramento de Hipócrates, considerado o "pai da medicina."

A iniciativa é do Instituto Hipocrático Mundial de Médicos. Representantes do instituto rumaram à cidade italiana e ofereceram papiros na cerimónia de juramento aos novos médicos italianos e aos médicos gregos em Pavia.

"Este passo é muito importante na vida de qualquer médico. É um passo que cria um elo de ligação entre o passado e o presente. Uma das colunas da vida de um médico são as técnicas que mudaram muito ao longo dos anos, mas outra coluna importante é a ética, os valores morais do que a medicina significa para os profissionais e as pessoas que servimos", sublinhou um aluno.

No exterior da universidade plantou-se uma árvore. Um plátano como aquele sob o qual - segundo a lenda - Hipócrates ensinava medicina aos seus alunos na ilha grega de Kos.

‘’As palavras de Hipócrates são bastante atuais. Não devemos esquecer que a Grécia é o país onde nasceu a forma ocidental de pensar a medicina e que o pai da medicina é, e foi, Hipócrates’’, ressalvou Giorgos Patoulis, presidente da Associação Médica de Atenas e do Instituto Hipocrático Mundial de Médicos.

O Juramento de Hipócrates refere-se ao lado ético da prática da medicina.

Acredita-se que foi escrito por Hipócrates no século 4 A.C. ou por um dos seus alunos. É considerado um rito de passagem para quem pratica a medicina, mas não é obrigatório para a prática da atividade.

No entanto, ainda é considerado sagrado para muitos médicos.

''Através de iniciativas como colocar o busto de Hipócrates à entrada das universidades, como já fizemos em Bucareste e Belgrado, e como faremos em outras 35 universidades em todo o mundo, ou através de iniciativas como chamar jovens médicos para prestar o Juramento de Hipócrates, em grego antigo, queremos propor um novo destino no lugar onde Hipócrates nasceu, na ilha de Kos", lembrou, em entrevista à Euronews, Konstantinos Pantos, vice-presidente do Instituto Hipocrático Mundial de Médicos.

O objetivo do instituto é promover a filosofia e a herança de Hipócrates a nível global.