JPMorgan compartilha patentes para incentivar tecnologia de baixo carbono

·1 minuto de leitura

Por Elizabeth Dilts Marshall

NOVA YORK (Reuters) - O JPMorgan Chase anunciou nesta quinta-feira que vai permitir que terceiros usem sua propriedade intelectual na expectativa de acelerar a transição para uma economia de baixo carbono.

O banco está tornando várias patentes relacionadas a como resfria e ventila de maneira eficiente seus grandes centros de processamento de dados disponíveis para qualquer um interessado em usar tecnologias de baixa emissão de carbono. A iniciativa faz parte de uma parceria iniciada por Microsoft, Facebook e Hewlett Packard Enterprise.

Lançada em abril deste ano, a parceria das companhias compartilhou mais de 450 patentes.

O JPMorgan não revela informações sobre seus centros de processamento de dados, mas relatório de 2012 aponta que o banco investiu 500 milhões de dólares para construir apenas uma central de dados. O orçamento anual de tecnologia do banco é de cerca de 12 bilhões de dólares.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos