Juiz decide que tweets de Elon Musk sobre retirada da Tesla da bolsa eram falsos, dizem investidores

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Hyunjoo Jin

SÃO FRANCISCO (Reuters) - Um juiz federal decidiu que tweets de 2018 do CEO da Tesla, Elon Musk, sobre ter garantido financiamento para tirar a empresa da bolsa de valores eram falsos, de acordo com documentos judiciais de investidores da Tesla que processaram o bilionário por conta das mensagens.

De acordo com os documentos do processo, o tribunal decidiu no dia 1º de abril que os tweets de Musk feitos em 2018 foram “falsos e enganosos”. O tribunal "considerou que ele fez as declarações de forma imprudente com conhecimento da falsidade".

Os investidores da fabricante de carros elétricos pediram no processo, submetido na última sexta-feira ao juiz do Tribunal Distrital dos EUA, Edward Chen, que ele impeça o empresário-celebridade de seguir com sua “narrativa contraditória e falsa a respeito” dos seus tweets de 2018.

Na quinta-feira, Musk afirmou que o financiamento havia sido garantido para tornar a Tesla uma empresa privada e fora do mercado de ações em 2018. Ele fez um acordo com os reguladores de valores mobiliários dos EUA sobre o que a agência considerou serem premissas falsas, e irá pagar multas além de ter concordado em ter um advogado para aprovar seus tweets antes de publicá-los.

Essa decisão de 1º de abril não foi listada na pauta do tribunal. As questões estarão no centro de um julgamento em maio, no qual os investidores buscam indenização pelos tweets.

Musk "usou sua fama e notoriedade para influenciar a opinião pública a seu favor, travando uma batalha na imprensa depois de ter sido derrotado no tribunal", disse o documento.

(Tradução Redação Brasília, 55 11 5047-2695)); REUTERS BC)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos