Juiz decreta prisão preventiva de procurador que agrediu colega em Registro (SP), diz jornal

A Justiça de São Paulo acatou o pedido da Polícia Civil e decretou a prisão preventiva do procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, nesta quarta-feira. A informação é do jornal "O Estado de S. Paulo".

Demétrius foi flagrado agredindo a colega Gabriela Samadello Monteiro de Barros, 39, procuradora-geral da cidade de Registro, no interior de São Paulo, em imagens que viralizaram nas redes sociais.

O delegado do 1º Distrito Policial de Registro, Daniel Rocha, representou pela prisão de Macedo na 1ª Vara Criminal de Registro e, de acordo com o seu despacho, o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública".

Com fotos e vídeos da agressão, o inquérito policial também foi embasado com o depoimento da procuradora-geral, para fundamentar o pedido de prisão preventiva.

Um vídeo que mostra a procuradora-geral Gabriela Samadello Monteiro de Barros sendo brutalmente espancada por Macedo causou indignação. A mulher aparece acuada, sem conseguir se defender, enquanto ele a agride. As imagens, que circularam nas redes sociais, foram registradas por uma colega de trabalho da procuradora-geral.

Macedo foi encaminhado para o 1º Distrito Policial de Registro e alegou que a agressão foi cometida por sofrer assédio moral no trabalho. Ele foi liberado. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que "o caso foi registrado como lesão corporal e é investigado pela DDM de Registro. A equipe da unidade já ouviu a vítima e o agressor e aguarda o resultado dos exames periciais para análises e elucidação dos fatos. Detalhes serão preservados para garantir a autonomia ao trabalho policial".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos