Juiz derruba regra de Trump que desestimulava imigrantes de usar benefícios públicos

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um juiz federal do estado de Illinois, nos EUA, derrubou nesta segunda-feira (2) uma regra do governo Donald Trump que tornava praticamente impossível a obtenção de green card por imigrantes que usassem benefícios públicos por mais de 12 meses. Esses benefícios incluíam o Medicaid, programa de acesso a serviços de saúde para pessoas de baixa renda, e cupons distribuídos pelo governo para comprar comida. Em janeiro, a Suprema Corte havia determinado que a medida poderia ser cumprida após diversos tribunais locais tentarem bloqueá-la. O juiz Gary Feinerman decidiu que o julgamento da Suprema Corte não se aplicava, que a regra era ilegal e que não poderia ser implementada em nenhuma parte do país. Tomada um dia antes da eleição presidencial do país, a decisão de Feinerman contraria a política anti-imigração de Trump. Também alivia a situação de muitos imigrantes no país —segundo pesquisas, a medida desestimulou imigrantes de pedir assistência ao governo e de matricular seus filhos em programas de saúde pública.