Juiz manda soltar imediatamente a esposa de Ronnie Lessa

A Justiça do Rio determinou nesta quinta-feira que Elaine Pereira Figueiredo Lessa, esposa do sargento reformado Ronnie Lessa — acusado de ter matado a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes — seja solta imediatamente. A decisão foi do juiz da Primeira Vara Especializada, Bruno Monteiro Ruliere. A mulher é acusada por ter auxiliado o marido no desaparecimento da arma do crime e de lavagem de dinheiro.

Elaine está presa no Instituto Penal Santo Expedito, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Na decisão, Ruliere condiciona a liberdade da esposa de Lessa a algumas exigências, como não se ausentar de casa por longos períodos sem autorização, não mudar de endereço sem comunicar o fato e retornar à Justiça 30 dias após deixar a prisão.

Ela foi presa em 18 de julho de 2021, acusada por tráfico internacional de armas. As investigações tiveram início muito antes, em 23 de fevereiro de 2017. Na ocasião, uma encomenda com remetente de Hong Kong chamou a atenção da Receita Federal no Aeroporto Internacional Tom Jobim, Galeão, no Rio.

Foram encontrados 16 quebra-chamas para fuzil AR-15, que servem para ocultar chamas decorrentes do disparo da arma de fogo e não revelar a posição do atirador. A Academia Supernova, que era de Elaine e Lessa, em Rio das Pedras, era a destinatária do pedido.

Dois dias antes, em 16 de julho de 2021, Elaine havia deixado a cadeia após ser condenada a quatro anos de prisão pelo crime de obstrução de Justiça, por atrapalhar as investigações do caso Marielle com o sumiço de armas. Ela havia sido presa em outubro de 2019, após a Delegacia de Homicídios e o Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Federal (Gaeco) investigarem que Elaine teria teria comandado a ação para dar sumiço às armas do marido para apagar qualquer tipo de prova que pudesse incriminá-lo. Acredita-se que uma submetralhadora HK-MP5, que teria sido usada na execução da parlamentar, tenha sido jogada no mar da Barra da Tijuca, próximo às Ilhas Tijucas.