Juiz propõe "castigo" de 10 minutos para quem xingar arbitragem

Árbitro também sugere punição para faltas que param o jogo e simulações dos jogadores

Patrick Ittrich deu algumas sugestões de mudança nas regras do futebol. Foto: Matthias Hangst/Getty Images
Patrick Ittrich deu algumas sugestões de mudança nas regras do futebol. Foto: Matthias Hangst/Getty Images

O árbitro alemão, Patrick Ittrich, sugeriu quatro mudanças de regras em uma tentativa de melhorar o jogo, com um castigo de 10 minutos e uma nova lei de cobrança de falta.

O árbitro de 44 anos, que apitou quatro jogos da primeira divisão na Alemanha nesta temporada, fez uma série de sugestões interessantes durante uma entrevista à publicação FAZ Sport, de Frankfurt.

Leia também:

Em primeiro lugar, ele faz questão de minimizar a quantidade de faltas táticas nos jogos, movendo a cobrança de falta resultante para a frente.

“Para uma falta tática no meio-campo, um tiro livre deve ser concedido a 17 metros do gol”, diz Ittrich explicando que isso diminuiria o número de infrações.

Em segundo lugar, ele expressou seu aborrecimento com a simulação, então, para punir aqueles que mergulham, ele quer que eles fiquem afastados por três minutos.

“Se um jogador rolar no chão três vezes e precisar de um médico, chame-o e faça-o esperar do lado de fora por três minutos”, diz ele. “Com que rapidez você acha que o jogador vai se levantar?”

Ittrich também tem uma solução para jogadores que xingam os árbitros e acredita que o futebol pode aprender com outro esporte.

“Se um jogador insultar um árbitro, mande-o para fora por 10 minutos como um castigo”, diz o oficial.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ele acrescentou: “Como um árbitro é cercado por 10 homens após uma decisão? Na minha opinião o negócio é aplicar uns três cartões vermelhos. Jogue sete contra dez agora. Isso seria bom para mim."

No mês passado, o ex-jogador Alexi Lalas, que foi o primeiro americano a jogar na Série A italiana, trouxe algumas de suas próprias sugestões quando se trata das leis do jogo.

Além de querer que as redes sejam maiores, Lalas acredita que um chute de fora da área deve contar como dois gols. Na verdade, ele acha que pênaltis de 32 metros são uma opção melhor do que pênaltis e impedimentos são válidos apenas no último terço do campo.