Julgamento contra ex-presidente é retomado na Bolívia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O julgamento contra a ex-presidente de direita boliviana Jeanine Áñez foi retomado nesta segunda-feira, enquanto o Ministério Público anunciou que pedirá 15 anos de prisão para ela por golpe de Estado em 2019 contra o esquerdista Evo Morales.

O Primeiro Tribunal de Sentença Anticorrupção de La Paz abriu a audiência, da qual a ex-presidente, 54, participa por videoconferência no presídio feminino onde está detida desde março de 2021. Ela pediu para participar presencialmente, mas o tribunal negou.

O julgamento foi suspenso no começo de maio, quando os advogados da ex-chefe de Estado entraram com uma ação de inconstitucionalidade no Tribunal Constitucional Plurinacional (TCP). Está pendente que o tribunal resolva o pedido da defesa da ex-presidente para que o processo seja suspenso até que o TCP resolva um recurso "ante a omissão deliberada do Tribunal Constitucional em se pronunciar sobre o mérito de ilegalidade do julgamento contra a ex-presidente".

O procurador-geral do Estado, Juan Lanchipa, disse em entrevista coletiva que uma sentença de 15 anos de prisão será pedida para Jeanine, que enfrenta vários julgamentos simultâneos, entre eles os chamados "caso Golpe de Estado I" e "caso Golpe de Estado II". O caso I é por seus atos como presidente, e o II, por seus atos como senadora. O primeiro está parado no Parlamento.

O partido de Morales diz que ele foi afastado do poder por meio de um golpe, com a participação da União Europeia, Brasil e Equador, além da Igreja Católica e lideranças locais de direita. Seus opositores defendem, por sua vez, que houve uma revolta popular contra Morales, a quem acusam de ter cometido fraude nas eleições de 2019, quando pretendia obter um quarto mandato até 2025.

Jeanine Áñez assumiu o poder em novembro de 2019, em meio à forte agitação social após a renúncia de Morales (2006-2019).

jac/fj/dl/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos