Juliano Cazarré sobre cenas quentes em 'Amor de mãe': 'Estou mais pudico'

Marcelle Carvalho
1 / 3

betina-magno-amor.jpg

Betina e Magno: Cazarré diz ficar, atualmente, constrangido com cenas quentes

Magno e Betina (Isis Valverde) deixaram a paixão falar mais alto e transaram, em "Amor de mãe". A cena quente, a primeira de algumas que o casal irá protagonizar, vem deixando Juliano Cazarré, intérprete do frentista, um pouco constrangido.

- Gravamos várias cenas dessas e cada vez acho mais difícil.  Quando era mais novo, não dava muita bola, mas, agora, está cada vez mais complicado para mim. Porque é uma intimidade que não existe, é forçada, contato pessoal dificil. Mas a gente é profissional, faz isso e ri, vai lá e tudo bem. Só que estou mais pudico com esse tipo de cena. É engraçado (risos) - afirma Cazarré.

 

A química entre os personagens vem muito da sintonia entre o ator e Isis. Cazarré conta que admira a atriz desde Rakelli, de "Beleza pura" (2008), e só vem aumentando.

 

- Sempre gostei do trabalho da Isis desde "Beleza pura", em que a personagem tinha um choro engraçado. Foi a primeira vez que a vi na TV. Depois, em "Avenida Brasil", ela arrebentou. Quase trabalhamos juntos em "O canto da Sereia", mas não pude fazer a série, porque fui fazer o filme "Serra pelada". Então, estou muito feliz de trabalhar com ela agora. A parceria é boa,  a gente se entende bem pra caramba. Sem contar que estamos em um momento parecido na vida, os dois com filhos pequenos... A gente fala sobre nossas famílias e estamos cada vez mais unidos para contar bem a história de "Amor de mãe" - conta o ator, que há sete meses é pai de Gaspar (ele ainda tem Vicente, de 9 anos, e Inácio, de 7), e Isis é mãe de Rael, de 1 ano. é engraçado.