Juliette Binoche, Isabelle Adjani e outras 50 celebridades francesas cortam os cabelos em solidariedade às iranianas

© Montagem Twitter / soutienfemmesiran

Juliette Binoche, Isabelle Huppert, Marion Cotillard, Charlotte Gainsbourg e Isabelle Adjani estão entre as celebridades francesas que se filmaram cortando o próprio cabelo para demonstrar seu apoio às mulheres iranianas após a morte de Mahsa Amini, uma mulher curda de 22 anos que morreu em 16 de setembro depois de ser presa por violar o rígido código de vestuário do Irã.

Atrizes e cantoras francesas como Isabelle Huppert, Marion Cotillard e Isabelle Adjani cortaram uma mecha de cabelo em solidariedade à luta das mulheres iranianas, de acordo com um vídeo postado no Instagram nesta quarta-feira (5).

Enquanto a canção "Bella Ciao", interpretada por uma ativista iraniana, toca, as celebridades cortam seus cabelos em frente às câmeras.

O protesto do povo iraniano, a começar pelas mulheres, coloca em risco suas vidas. "Eles só querem ter acesso à liberdade mais essencial. Estas mulheres, estes homens, estão pedindo nosso apoio", explica o coletivo de celebridades no post do Instagram.

"A coragem e a dignidade deles nos obrigam a agir. É impossível não denunciar repetidamente esta terrível repressão (...) Decidimos responder a este apelo cortando também uma mecha [de cabelo]", explicam as atrizes e cantoras francesas.

Manifesto

O uso do véu em espaços públicos é um debate recorrente na França, um Estado oficialmente laico. Desde 2004, o uso de sinais religiosos visíveis é proibido nas escolas e os funcionários estão vinculados ao princípio da "neutralidade".


Leia mais em RFI

Leia também:
Irã acusa Estados Unidos de hipocrisia após promessa de novas sanções pela repressão a protestos
Aiatolá Khamenei acusa EUA e Israel por protestos no Irã após morte de Mahsa Amini
O que esperam as primeiras deputadas federais trans do Brasil em um Congresso cada vez mais conservador?