Juliette ultrapassa Karol Conká em seguidores após brigas e acusações de xenofobia no 'BBB21'

O Globo
·2 minuto de leitura

RIO — Dez dias depois da estreia do “BBB 21”, o cancelamento (bicho-papão surgido em 2017 para definir a cultura de boicote a celebridades no grande tribunal virtual das redes sociais) se fortalece como principal personagem desta edição do reality show da TV Globo. Eu cancelo, você cancela, ele cancela. Seja no papel de mocinho, seja no papel de vilão, o fenômeno mimetizado em carne e osso dentro da casa, dominou as conversas, extrapolou as "quatro paredes" do programa e pautou as próprias redes, lugar em que foi gestado e dita o ritmo.

O primeiro paredão, que aconteceu na terça-feira, confirmou ainda mais o protagonismo do tema contemporâneo. Vide seus efeitos no comportamento de quem dita as regras do jogo: o público. A influenciadora digital Kerline, um dos pivôs do grande embate entre a cantora Karol Conká o ator Lucas Penteado, foi eliminada com 83.5% dos votos. Teve mais.

Única interlocutora do escanteado Lucas, a consultura em marketing digital Sarah, que seguia sem grande destaque na dinâmica do reality até ocupar esse lugar, conseguiu ser poupada pelos espectadores.

Teve mais ainda. No jogo movimentado pelo cancelamento, ganha mais e mais destaque a participante Juliette, advogada e maquiadora. Moradora de Campina Grande, na Paraíba, ela também entrou no time de cancelados após Karol Conká (olha ela de novo) fazer uma associação entre o comportamento excessivamente expressivo e falante da colega de reality e sua origem geográfica, o que a levou a ser acusada nas redes de xenofobia.

As duas confusões levaram ao cancelamento de Karol no mundo digital e à projeção dos cancelados Lucas e Juliette. Esta última, apensar do anonimato, já computa mais seguidores no Instagram (2,7 milhões) que a cantora (1,4 mlhão, número que vem caindo desde seu envolvimento nas polêmicas).

O perfil de Lucas, participante que despertou a antipatia na casa ao tentar dividir a turma em grupos opostos (homens x mulheres e negros x brancos), foi excluído e pediu desculpas, deu a volta por cima e agora comemora os 2 milhões seguidores alcançados.