Junior Alonso defende Zaracho após 'disk-balada'

Junior Alonso prestou solidariedade ao meia que foi abordado por membros de uma torcida organizada do Atlético.
Junior Alonso prestou solidariedade ao meia que foi abordado por membros de uma torcida organizada do Atlético. Foto: (Pedro Vilela/Getty Images)

Longe de Belo Horizonte para representar a Seleção Paraguaia em amistosos na Europa, o zagueiro Junior Alonso utilizou o modo stories de seu perfil oficial no Instagram para prestar solidariedade ao meia argentino Matías Zaracho, que foi abordado por membros da Galoucura, maior torcida organizada do Atlético Mineiro, em uma operação denominada de 'disk balada' que visa constranger e cobrar jogadores do Galo que estejam em festas.

Na manhã desta quarta-feira, Alonso escreveu que: "Força, Zaracho. Além de futebolistas, somos seres humanos, com defeitos e virtudes, com familiares por trás. Assim como no ano passado ganhamos títulos importantes e desfrutamos todos juntos, não é porque não estamos ganhando neste momento que não podemos ao menos compartilhar com familiares e amigos um jantar. Todos estamos juntos nisso, amigo!".

Leia também:

Na noite da última terça-feira, em um bar na região da Pampulha, em Belo Horizonte, Zaracho foi abordado por torcedores da Galoucura, incluindo o líder da torcida organizada, por estar em um momento de descontração e celebração, algo abominado pelos torcedores devido o momento esportivo do clube.

Em seu perfil oficial no Twitter, Zaracho afirmou que estava jantando com familiares que vieram da Argentina para o Brasil, que bebia água no momento e que sua família levou susto com a situação: "Para esclarecer as coisas... Eu estava prestes a comer com minha família que veio da Argentina. Eu estava bebendo água e vivendo um momento tranquilo com pessoas que não vejo todos os dias. posso ser cobrado? Sim!! mas por outro lado minha família ficou assustada".