Jurista José Paulo Cavalcanti Filho é eleito para a cadeira 39 da ABL

·1 min de leitura

Jurista e escritor, José Paulo Cavalcanti Filho foi eleito nesta quinta-feira (25) para a cadeira 39 da Academia Brasileira de Letras, que pertenceu ao ex-vice presidente da República Marco Maciel. Formado pela Faculdade de Direito do Recife, o advogado de 73 anos tem livros publicados em 12 países, entre os quais "Fernando Pessoa — Uma quase qutobiografia" (2011). Uma das maiores autoridades brasileiras na obra do português, Cavalcanti também é o maior colecionador de objetos pessoais do poeta.

Cavalcanti é o quarto nome escolhido nas últimas semanas para substituir acadêmicos que morreram durante o período da pendemia. Semana passada, o neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho foi eleito para a cadeira 12 da Academia Brasileira de Letras, anteriormente ocupada pelo professor e crítico literário Alfredo Bosi (1936-2021). No dia 4 de novembro, a atriz Fernanda Montenegro foi eleita para a cadeira 17 (substituindo Affonso Arinos de Mello Franco); no dia 11, foi a vez do cantor e compositor Gilberto Gil, que passa a ocupar a cadeira 20 (sucedendo Murilo Melo Filho).

Ainda resta a cadeira 2, que foi ocupada por Tarcísio Padilha, e que terá seu novo dono revelado em16 de dezembro. Dez pretendentes disputam a vaga: Sérgio Bermudes, Gabriel Chalita, Eduardo Giannetti da Fonseca, Sâmia Macedo, Antônio Hélio da Silva, José Humberto da Silva, Eloi Angelos Ghio D'Aracosia, Jeff Thomas, José William Vavruk e Joana Rodrigues Alexandre Figueiredo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos