Justiça absolve Temer de forma sumária em investigação dos portos

Ricardo Brito
·1 minuto de leitura
Ex-presidente Michel Temer

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - A Justiça Federal de Brasília absolveu sumariamente o ex-presidente Michel Temer da acusação de ter cometido crime de corrupção passiva em uma investigação que apurou supostas irregularidades na edição de um decreto para o setor portuário.

Ao rejeitar a acusação criminal, o juiz Marcus Vinícius Bastos decidiu que a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República na época em que Temer era presidente não especificou as vantagens indevidas que ele teria recebido para editar o decreto.

"O extenso arrazoado apresentado à guisa de acusação, contudo, não indica qual a vantagem recebida pelo agente público nem, tampouco, qual a promessa de vantagem que lhe foi dirigida", disse o magistrado.