Justiça aceita denúncia contra acusado de assalto a distribuidora de alimentos em Friburgo

Extra
·1 minuto de leitura

Foi decretada a prisão preventiva de Romulo Alves da Silva após denúncia do Ministério Público sobre seu envolvimento no assalto a uma distribuidora de alimentos em Nova Friburgo, na Região Serrana, em janeiro, quando 14 pessoas foram tomadas como reféns. Houve confronto entre os criminosos e policiais militares. Dois funcionários do Galpão Galera dos Legumes, no bairro Barracão dos Mendes, morreram. O dono do local morreu dias depois, no hospital, de acordo com o MPRJ.

Também participaram do assalto e foram denunciados Gilcimar Schuenck, Leomar Schuenck e Douglas Linhares que foram mortos.

"Com efeito, denota-se que a capitulação do fato feita pelo Parquet não destoa da boa doutrina e nem da orientação jurisprudencial prevalente, donde se dessume que o denunciado deve responder apenas pelo delito de tentativa de latrocínio contra a vida dos policiais, considerando-se que durante a empreitada criminosa para assegurar o produto do crime, disparos de arma de fogo foram disparados contra os agentes da Lei", destacou o juiz Marcelo Alberto Chaves Villas, da 2ª Vara Criminal do municipio.

O magistrado também expediu um ofício à 151ª Delegacia de Polícia a fim de instaurar um inquérito policial para investigar a conduta dos policiais Alexandre Fernandes Rosa e Lucas Rosa da Silva.