Justiça decreta prisão de ex-marido que esfaqueou e baleou estudante

A Justiça do Rio decretou a prisão do mecânico Joilson do Carmo Tavares, de 34 anos, que é acusado de agredir, esfaquear e balear a ex-mulher, a estudante do ensino médio Nathália Maria da Silva, de 29 anos, na tarde de quarta-feira (15), em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio. A expedição do mandado é do Plantão Judiciário, nesta sexta-feira. O pedido pela prisão temporária do suspeito foi feita na noite desta quinta-feira pelo delegado Flávio Ferreira Rodrigues, titular da 33ª DP (Realengo). A vítima está internada em estado grave Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo.

Para embasar o pedido de detenção do suspeito, Ferreira Rodrigues anexou no pedido o depoimento da vítima, que contou que o filho de 5 anos, que é autista, estava no banco de trás do carro e presenciou toda a agressão. Após a tentativa de feminicídio – como a polícia instaurou o inquérito – Joilson abandou Nathália e fugiu com o filho. A criança foi entregue pela avó materna nesta quinta na sede da 33ª DP.

A mulher, que estava com o filho, voltava para casa em Costa Barros quando o suspeito a chamou para conversar e, posteriormente, foi atacada a socos, chutes, facadas e alvejada.

Ainda debilitada, Nathália prestou depoimento aos investigadores da 33ª DP. Ela contou que se separou de Joilson em razão de várias brigas e agressões e que ele “ficou inconformado quando Nathália arrumou um outro namorado, razão das agressões”.

Em trecho do depoimento, ela contou "que estava voltando de uma consulta médica com o filho no veículo do autor, um VW Santana de placa desconhecida. Iniciou-se uma discussão e logo após, o autor começou a agredir a vítima com socos, facadas e no final o autor deu um tiro na vítima. Relata que seu filho estava no banco de trás do veículo e presenciou todo o evento”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos