China comemora suspensão dos testes nucleares da Coreia do Norte

Pequim, 21 abr (EFE).- A China celebrou neste sábado o anúncio da Coreia do Norte de que suspenderá seus testes nucleares e de mísseis intercontinentais, servindo para a "melhora" da situação na península coreana.

Um comunicado do Ministério das Relações Exteriores chinês publicado em seu site destacou que a "China acredita que a decisão da Coreia do Norte ajudará a melhorar a situação na Península", por isso "dá boas-vindas" a este movimento.

O presidente norte-coreano, Kim Jong-un, anunciou ontem à noite esta suspensão e também que fechará seu centro de testes nucleares, segundo informação da agência norte-coreana de notícias "KCNA".

"A partir de 21 de abril, a Coreia do Norte suspenderá os testes nucleares e os lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais", anunciou o líder durante uma reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores, realizado em Pyongyang, capital do país.

A decisão acontece uma semana antes da cúpula programada entre Kim e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que acontecerá no próximo dia 27 e marcará a primeira reunião entre os líderes coreanos em 11 anos.

Além disso, Kim deve realizar entre o final de maio e início de junho outra cúpula com o presidente americano, Donald Trump, que também estaria centrada na desnuclearização da Coreia do Norte. EFE