Justiça manda prender homem que se relacionava com compositor da Portela achado morto em casa

A juíza Luciana de Oliveira Leal Halbritter expediu, nesta quinta-feira, um mandado de prisão preventiva para Matheus Fernandes Andrade, de 27 anos. Matheus estava no apartamento do dentista e compositor da Portela Roberto de Aquino Leite, conhecido popularmente como Beto Aquino, quando ele morreu no último domingo.

Segundo o delegado André Leiras, que representou pela prisão de Matheus, o inquérito que apura a morte do compositor está em fase final e aponta indícios contundentes de que Matheus praticou os crimes de furto qualificado, por abuso de confiança, fraude e omissão de socorro.

De acordo com a Polícia Civil, equipes da 12ª DP (Copacabana) estão realizando buscas para localizar Matheus, que, no momento, é considerado foragido.

O compositor portelense Roberto de Aquino Leite, conhecido como Beto Aquino, morreu no último domingo. Segundo a Polícia Civil, a causa da morte do artista foi um infarto. Beto Aquino foi encontrado sem vida no interior de seu apartamento em Copacabana, na Zona Sul do Rio, na tarde de segunda-feira. O corpo do compositor foi examinado por peritos do Instituto Médico-Legal (IML). A 12ª DP (Copacabana) investiga se houve um possível crime de furto de bens do compositor e está fazendo diligências para localizar o suspeito.

Em depoimento à polícia, a nora de Beto afirmou que, ao fazer uma visita rotineira ao sogro, encontrou a porta do apartamento aberta, e , ao entrar, viu o compositor já sem vida em cima de sua cama. Pertences, como joias, que ficavam em uma bancada do banheiro, além da carteira e do telefone celular da vítima, haviam desaparecido. O Samu e a Polícia Militar foram acionados por volta das 15h.

Procurado, o porteiro que estava no plantão noturno do prédio afirmou à nora de Beto que um amigo do compositor deixou a residência por volta de 23h30 de domingo, levando uma mala, uma mochila e uma bolsa grande. Ainda segundo o depoimento, Beto e o homem teriam uma relação homoafetiva.

De acordo com a Polícia Militar, agentes do 19° BPM (Copacabana) foram acionados para uma ocorrência de encontro de cadáver na Rua Paula Freitas. Ao chegarem ao local, foi constatada a morte de Beto e a área foi isolada para o trabalho da perícia. A Polícia Civil ouviu testemunhas e requisitou câmeras de segurança para identificar a dinâmica do fato.

Em nota divulgada nesta terça-feira, a Portela lamentou a morte e lembrou que o compositor era bicampeão na azul e branco de Madureira. Beto venceu o concurso de samba-enredo da escola nos carnavais de 2019 (Clara Nunes) e 2020 (Guajupiá).

Nas redes sociais, amigos de Beto Aquino se despedem do compositor: "A notícia de sua partida nos pegou de surpresa, a ficha ainda não caiu, mas a sua falta já sentimos, assim como a sua alegria, seu sorriso e seu jeito espontâneo de lidar com as coisas. Fique em paz querido amigo".