Justiça mantém suspensão de reajuste do gás em Rio de Janeiro e Alagoas

·1 min de leitura
Tanques de combustíveis da Petrobras em Paulínia

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os Tribunais de Justiça do Rio de Janeiro e de Alagoas negaram recursos da Petrobras e mantiveram decisões que suspenderam reajustes do preço do gás natural nos dois Estados, segundo informações das distribuidoras passadas para a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

O mérito dos recursos ainda será analisado pelos tribunais, explicou a associação, após ser questionada.

A informação foi publicada mais cedo pela agência epbr, que também apontou o fracasso da petroleira estatal em recurso contra a suspensão de reajuste em Sergipe. Esse caso, porém, está em segredo de Justiça e a distribuidora afirmou que não iria comentar.

Procurada, a Petrobras disse que não faria comentários.

Além desses três Estados, Ceará, Espírito Santo e Santa Catarina também venceram liminares que suspenderam reajustes de gás da Petrobras. A petroleira informou no fim do ano que iria recorrer das decisões.

(Por Marta Nogueira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos